• 86 9.9970-6635
  • sambanafaixa@gmail.com

GRUPO FUNDO DE QUINTAL

GRUPO FUNDO DE QUINTAL

Fundo de Quintal é um grupo de samba formado no Brasil no final da década de 1970. Surgido a partir do bloco carnavalesco Cacique de Ramos, da cidade do Rio de Janeiro, o grupo tornou-se uma referência original no subgênero pagode.


Composto principalmente por sambistas da escola de samba Imperatriz Leopoldinense, o Fundo de Quintal se caracterizou por usar instrumentos — até então pouco comuns em rodas de samba — como o banjo, o tantã, o repique de mão. Registre-se que, no Fundo de Quintal, o banjo usado, era (e ainda é) o famoso banjo-cavaquinho, instrumento inventado por Almir Guineto (um de seus expoentes) e seu parceiro do também grupo musical Originais do Samba, Mussum (o comediante).

Tendo como “madrinha” a cantora Beth Carvalho, o grupo gravou vários álbuns, alguns deles discos de Ouro e Platina. Alguns de seus maiores sucessos são “A Batucada dos Nossos Tantãs”, “E Eu Não Fui Convidado”, “Boca Sem Dente”, “Ô, Irene”, “O Show Tem Que Continuar”, “Do Fundo do Nosso Quintal”, “Só pra Contrariar”, “Miudinho”, “Bebeto Loteria”, “Não Vai na Conversa Dela”, “”Vai Lá Vai Lá””, “Parabéns pra Você”, “Andei, Andei”, “Malandro Sou Eu”, “Tô Que Tô”, entre outros.

O grupo teve como primeira formação com os sambistas Almir Guineto, Bira Presidente, Jorge Aragão, Sombrinha, Neoci, Sereno e Ubirany. Entre saídas e entradas de integrantes, o Fundo de Quintal já contou com Almir Guineto, Cleber Augusto e Mario Sergio.

Presente

Em 2003, ao lado de Beth Carvalho, Zeca Pagodinho e Dudu Nobre, o Fundo de Quintal foi uma das atrações especiais do “Festival Fábrica do Samba”, apresentado no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Ainda naquele ano, foi lançado o álbum “Festa pra comunidade” e o violonista Cleber Augusto afastou-se do grupo para seguir carreira solo.

Em 2004, gravaram seu primeiro DVD, lançado pela Indie Records, com participações de Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Almir Guineto, Sombrinha, Beth Carvalho, Dudu Nobre, Jorge Aragão, Demônios da Garoa, Leci Brandão, Luiz Carlos da Vila e Dona Ivone Lara.

Em 2006, lançaram o CD “Pela Hora”. Em 2007, lançaram o DVD ” O Quintal do samba”; em 2008, lançaram o DVD “Samba de todos os tempos” ; Em 2009, lançaram o DVD “Vou festejar”.

Em 2011, lançaram o CD “Nossa Verdade”, pela gravadora Biscoito Fino.

Ao final de 2008, Mario Sergio deixou o grupo para seguir carreira solo, mas em 2013 retornou ao grupo. Nesse período de afastamento, foi substituído por Flavinho Silva, que posteriormente foi substituído por Délcio Luiz.

O vocalista do grupo, Mario Sérgio, morreu na madrugada do dia 29 de maio de 2016, aos 58 anos de idade, num hospital em Nilópolis. Em seu lugar, entrou o ex-cantor da escola de samba Vai-Vai Marcio Alexandre.

 

Equipe SNF
Equipe SNF

Deixe sua mensagem